Logo Comportamento Animal

Dicas . Comportamento

Como ensinar seu gato a andar na guia


Bernardo passeando na guia

Gatos passeiam na guia de uma maneira bem diferente dos cães. O objetivo dos gatos não é percorrer grandes distâncias, correr e farejar tudo como os cães. Os gatos apreciam perambular mais lentamente, uma área próxima ao seu lar, cheirando os materias verdes, ingerindo grama, rolando no chão e subindo em locais elevados. Portanto, devemos ter isso em mente quando começamos a levar nosso amigo felino para seus passeios!

O primeiro passo para ensinar o gatinho a passear é habituá-lo a usar a guia. Primeiro fazemos isso dentro de casa mesmo. É importante usar uma guia com peitoral bem leve, o mais fina possível pois quanto mais delicada a guia mais confortável o gato irá se sentir. Então apresentamos essa guia ao gato fazendo uma associação positiva: mostramos a peitoral e na sequencia oferecemos um sachê ou o petisco favorito do seu gato. Enquanto ele come, colocamos parcialmente a peitoral nele, para que vá se acostumando com o peso. A idéia é colocar a peitoral no gatinho enquanto ele está distraído comendo o que mais adora. Então deixamos que ele utilize a peitoral dentro de casa mesmo, solto e estimulamos brincadeiras para que ele se distraia e também isso faz uma associação positiva com a peitoral.

O próximo passo é criar uma rotina e então sempre nos mesmo dias e horários estabelecidos, colocar a peitoral, colocar a guia e então abrir a porta de casa para que o gato possa sair. Não se deve levar o gato para fora forçado, nem no colo. Devemos atraí-lo para próximo da porta, com um petisco e oferecer a oportunidade para que ele saia, sempre no mesmo horário estabelecido na rotina. O gato mesmo irá começar a sair e explorar o ambiente externo, na medida em que se sinta confiante. É bem comum que nos primeiros dias eles saiam apenas explorar muito próximo da porta e logo queria retornar. Essa distância varia de gato para gato, alguns mais curiosos já saem desde o início explorando um percurso maior. Mas a maioria dos gatos a cada dia que saem, aumentam um pouco a área explorada, pois vão a cada dia ficando mais confiantes e também curiosos em explorar um local ainda não explorado.

Uma dica interessante é levar os petiscos secos favoritos do seu gato no passeio, e estimulá-lo a andar para determinado local que você queria, chamando-o com o petisco. Além de ajudar no direcionamento, os petiscos também são uma ótima forma de distração e associação positiva. Caso o gato encontre um estímulo que cause medo, como uma pessoa desconhecida, um som alto, visualizar um cão, nesse momento você pode oferecer o petisco e distraí-lo direcionando a atenção dele para o petisco. Isso também gera uma associação positiva na mente do gato, pois no momento em que ele viu algo que poderia deixa-lo com medo, ele também recebeu uma coisa que gosta muito, e pela repetição irá associar aquele estímulo à algo muito bom!

Porque é importante passear com seu gato?

Os gatos não tem a mesma necessidade de passear todos os dias como os cães. Como não são animais migratórios, como os cães, não necessitam percorrer grandes distâncias diariamente. Porém para muitos gatos, principalmente os que vivem em apartamentos, os passeios podem ser muito benéficos para a sua saúde, tanto física quanto mental. Os passeios proporcionam exercícios aeróbicos, nos quais há liberação de endorfinas e outras substâncias que dão prazer e acalmam o gato, além de melhorar sua condição física e prevenir a obesidade. Além disso proporcionam estímulos cognitivos, ou seja, estímulos mentais, que também desencadeiam a liberação substâncias fisiológicas associadas ao prazer e previnem o envelhecimento mental precoce. Os passeios são particularmente indicados para gatos hiperativos e para os que passam várias horas sozinhos. Também são indicados quando existem conflitos sócias entre gatos com níveis de energia bem diferentes, nesses casos, passear com o gato mais energético tende a deixá-lo mais calmo dentro de casa, melhorando o convívio. Entretanto, todos os gatos irão se beneficiar de passeios frequentes, quando estes ocorrem de maneira positiva!

Ensine seu gato e observe na expressão dele a alegria de passear fora de casa!

E divirtam-se!!!

Atualizado em: 23/03/2018

Relacionados

bulletOrientação básica para todos os treinos
bulletEnsinar seu cão a sentar sob comando
bulletOrientações sobre caixas de areia para gatos

Entre em contato

[email protected]

curta nossa página no facebook

problemas de comportamento

Conheça os principais problemas de comportamento.

Saiba mais

Conheça o tratamento

Entenda como funciona o tratamento e a forma com que nós trabalhamos.

Saiba mais
2013 - Comportamento animal | Desenvolvido por Out Paper Soluções em Design