Logo Comportamento Animal

Casos de Sucesso

Nina

Problema

Destruição de objetos e mobília


descrição do tratamento

Paciente apresentava quadro de destruição de objetios importante. Nina era de porte médio e estava na fase de adolescência, e paresentava um nível de enrgia bastante alto. Quadro bastante comum em cães filhotes e adolescentes. Porém com o devido direcinamento da energia, estabelecimento de uma rotina clara e oferecendo os estímulos necessários, conseguimos resolver o problema de comportmento destrutivo.

depoimento do responsável

Eu encontrei a Nina depois de descer no ponto de ônibus. Ela me seguiu quando atravessei a rua. Foi quando ela quase foi atropelada que eu percebi que ela tinha dificuldades de locomoção, as patinhas traseiras estava meio que paralisadas, rijas

Eu peguei a Nina e levei na mesma noite para um veterinário. La foram tomadas as medidas de praxe para um cãozinho de rua. Vermífugo, vacinação e um exame clinico geral. Estimamos que ela tinha aproximadamente de 2 a 3 meses de idade quando a peguei. E que ela poderia ter uma fissura ou fratura leve na bacia, o que a impedia de se movimentar normalmente. Passados alguns meses de tratamento, e um período de mudança de duas casa, cheguei com a Nina no apartamento onde moro agora. Porem, ela começou a destruir as coisas da casa na minha ausência, quando eu ia para o trabalho por exemplo, quando ela ficava sozinha em casa.

Ela destruiu muitas coisas, especialmente o sofá da sala, controles remotos, e tudo que tinha fios. Fiquei muito ansioso com a situação, e a situação piorava. Comentei com o veterinário e ele indicou a Ethosvet. Depois de algum contato por e-mail, para a descrição do caso, marcamos a primeira consulta comportamental. O diagnóstico não foi de síndrome de ansiedade por separação, mas havia um componente de ansiedade e principalmente falta de uma rotina e de exercícios diários. Fui orientado que a rotina de exercícios, passeios e treinamento/adestramento é essencial para manter o nível de agitação Nina sobre controle. Criamos uma rotina de atividades diárias. Incluindo passeios matinais e vespertinos. Reservamos alguns intervalos por dia para brincadeiras e adestramento, tipo sentar, deitar, dar a patinha. E estabelecemos um cronograma de acompanhamento do desenvolvimento da Nina e meu.

O processo ao todo levou aproximadamente 3 meses, de resultados visíveis logo a partir da primeira semana. A agitação da Nina diminui aos poucos, como resultado dos passeios e das brincadeiras  e o adestramento estreitou nossos laços gradualmente. Agora, a Nina ainda apronta das suas, mas creio que dentro do normal, sem destruir tudo pela frente quando estou ausente.

Entre em contato

contato@ethos.vet.br

curta nossa página no facebook

problemas de comportamento

Conheça os principais problemas de comportamento.

Saiba mais

Conheça o tratamento

Entenda como funciona o tratamento e a forma com que nós trabalhamos.

Saiba mais
2013 - Comportamento animal | Desenvolvido por Out Paper Soluções em Design